Base de Conhecimento Winco

Base de Conhecimento

Glossário

Data de criação: 21/01/2013

Última alteração: 22/03/2016

Veja a seguir os principais termos técnicos utilizados nesse manual.

 

Cache - Local no disco rígido onde se armazenam temporariamente os arquivos transferidos, quando se carrega uma página Web. Ao se retornar para a mesma página, o navegador pode buscá-la no cache, em vez de ir até o servidor original novamente, poupando tempo e reduzindo o tráfego na Internet

 

DHCP - O Dynamic Host Configuration Protocol é um protocolo de organização e simplificação da administração de endereços IP de máquinas locais. Em muitos casos um Servidor DNS está embutido no Servidor DHCP para maior simplificação. Ao especificar o endereço IP de um dispositivo de rede em particular, normalmente o dispositivo ligado à Internet, o DHCP usará os valores do DNS associado com aquele dispositivo.

 

DNS - O Domain Name System é um método de nomeação para o endereçamento IP. Por exemplo, www.winco.com.br é um nome de domínio e tem um endereço IP associado. Um Servidor DNS faz a correspondência dos nomes de domínio com um endereço IP. Nós usamos o sistema de nome de domínio (DNS) porque é mais fácil lembrar um nome de domínio do que uma sequência de números.

 

Endereço IP - O endereço IP é um número único de 32 bits, que identifica o computador em uma rede IP. Um único endereço IP é atribuído a cada computador na Internet. Cada pacote de passagem pela Internet contém a informação, de qual endereço foi enviado (endereço IP de origem) e para qual endereço ele deve ser remetido (endereço IP de destino).

 

Firewall - Sistema de segurança cujo principal objetivo é filtrar o acesso a uma rede. As empresas utilizam o firewall para proteger suas redes internas conectadas à Internet contra a entrada de usuários não autorizados.

 

IMAP (Internet Message Access Protocol) - É um protocolo de gerenciamento de e-mail superior em recursos ao POP3 (protocolo que a maioria dos provedores oferece aos seus assinantes). Esse protocolo permite que os clientes de e-mail tenham acesso a e-mails armazenados em um servidor sem ter que baixar e apagá-los (ao contrário do protocolo POP3). Os e-mails sempre ficam no servidor. Isto é protocolo é muito útil quando várias pessoas precisam ter acesso à mesma conta de e-mail.

 

Interface Externa (Pública) - Uma interface externa ou pública é uma placa de rede que está fisicamente conectada a uma rede pública, como a Internet. A interface externa é configurada com um endereço de IP público.

 

Interface Interna (Privada) - Uma interface interna ou privada é uma placa de rede que está fisicamente conectada a uma rede interna. A maioria das redes internas estão configuradas com um intervalo de endereços IP de rede privado.

 

LAN (Rede Local) - Uma rede local (Local Area Network) é um grupo de computadores interconectados com a habilidade de compartilhar recursos.

 

Máscara de rede - A máscara de rede é usada para agrupar endereços IP. Há um grupo de endereços atribuídos a cada segmento de rede. Por exemplo, a máscara 255.255.255.0 agrupa um conjunto de 254 endereços IP. Se tivermos, por exemplo, uma sub-rede 192.168.0.xxx com máscara 255.255.255.0, os endereços que poderemos atribuir aos computadores na sub-rede serão de 192.198.0.1 até 192.168.0.254.

 

NAT - Com o NAT (Network Address Translator) você pode conectar-se à Internet por meio de um único endereço IP e os computadores dentro da rede usarão a Internet como se estivessem conectados a ele diretamente (certas limitações se aplicam).

A conexão de uma rede inteira com o uso de um único endereço IP é possível uma vez que o módulo do NAT reescreve o endereço de origem nos pacotes enviados, dos computadores na rede local, com o endereço do computador no qual o WinRoute está sendo executado.

O NAT diferencia-se significativamente de vários servidores proxy e gateways de nível de aplicação pois esses, em princípio, nunca estariam aptos a suportar tantos protocolos como o NAT.

 

POP3 (Post Office Protocol) - Protocolo usado por programas de correio eletrônico para o recebimento de correspondência.

 

Proxy (Servidor) - O proxy serve como um intermediário entre os PCs de uma rede e a Internet. Um servidor proxy pode ser usado com basicamente três objetivos: 1- Compartilhar a conexão com a Internet quando existe apenas um IP disponível (o proxy é o único realmente conectado à Web, os outros PCs acessam através dele). 2- Melhorar o desempenho do acesso através de um cache de páginas; o proxy armazena as páginas e arquivos mais acessados, quando alguém solicitar uma das páginas já armazenadas do cache, esta será automaticamente transmitida, sem necessidade de baixá-la novamente. 3- Bloquear acesso a determinadas páginas (pornográficas, etc.), como tipo passa pelo proxy é fácil implantar uma lista de endereços ou palavras que devem ser bloqueadas, para evitar por exemplo que os funcionários percam tempo em sites pornográficos em horário de trabalho.

Hoje em dia os servidores proxy são extremamente comuns, mesmo em redes domésticas, não é necessário um PC dedicado a esta função, basta instalar um dos vários programas de servidor proxy disponíveis no PC com a conexão à Internet.

 

Round-Robin: Algoritmo de escalonamento usado em projetos de sistemas operacionais multitarefa.

 

SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) - É o protocolo utilizado para enviar mensagens de correio eletrônico.

 

SSL (Secure Socket Layer) - É um padrão de segurança utilizado para criar uma conexão criptografada entre o navegador do usuário e a internet. É usado principalmente para o envio de dados sigilosos, como informações de cartão de crédito ou senhas. Certificados de servidor web são necessários para criar uma conexão SSL segura.

 

VPN (Virtual Private Network) - A VPN envolve múltiplas redes locais com a habilidade de compartilhar recursos através da Internet ao criar um túnel direto que faz a criptografia e a descodificação em ambas as extremidades.

Top