Base de Conhecimento

Servidor SOCKS 5

Data de criação: 28/06/2013

Última alteração: 23/11/2016

O Servidor Socks 5 é um protocolo padrão de Gateway para conexões tipo Socks 5 na internet que permite receber uma conexão vindo de fora desde que haja um programa na rede interna esperando a conexão.

Guia Geral: 

Gateway:

  • Interceptar acessos de FTP (porta 21) para que transferências ativas funcionem: É necessário ativar esta opção para que todos os acessos a Servidores FTP possam ter um acesso transparente, ou seja, configura-se o cliente FTP como se estivesse conectado diretamente à internet.
  • Interceptar acesso de POP (porta 110) para aplicar anti-vírus: É necessário ativar esta opção para que as regras criadas no Filtro de E-mail (guia Anti-Virus) sejam aplicadas corretamente.

Controle de Acesso:

O Controle de Acesso é uma função típica do serviço Socks 5. Este controle concede ao administrador direitos de permitir ou proibir as estações da rede acessarem ou não a um determinado serviço.

  • Permitir apenas os casos abaixo: Quando o administrador cria a regra, pode permitir o acesso ao serviço somente para os casos digitados no campo logo abaixo.

Esta opção pode ser utilizada quando o administrador não quer que os usuários fiquem conectados diretamente à internet, via Proxy Transparente e/ou Socks 5. Porém, existe aplicativo específico na estação que exige um dos serviços acima para funcionar corretamente. Neste caso, ele permite um usuário, uma faixa de usuários ou uma faixa de portas para acesso externo do aplicativo que deseja usar.

  • Proibir os casos abaixo: Quando o administrador cria a regra, pode criar uma lista negra de acessos ao serviço, com base em computadores ou serviços. É a regra mais usada.

Esta opção pode ser usada quando o administrador não quer permitir que determinados usuários ou uma faixa de usuários ou até uma porta acesse a rede externa. 

SOCKS 5

Guia Avançado:        

  • Tipo de inicialização: Define o tipo de inicialização deste serviço. As opções disponíveis são: Manual, Automática e Manter o último estado. 
  • Porta: Neste campo é definido a porta de acesso para o Servidor VPN. A porta padrão é a 1080.
  • Salvar LOG em “LOGS/SOCKS5.LOG”: O arquivo em bloco de notas (SOCKS5.LOG) será criado no diretório C:\ProgramData\Winco\WinconnectionX\logs e conterá todas as informações referentes a este serviço.
  • Acesso permitido a redes: Indica as redes que têm acesso ao serviço. Sempre que ativada uma rede externa, o acesso no firewall é liberado automaticamente.

Servidor SOCKS 5

Top